Tuesday, January 15, 2008

A arte da casca de ovo

Quem for a Roma este mês não pode deixar de perder esta exposição do artista plástico Mircea Cantor. Na instalação Nido (Ninho), ele reúne uma mesa de pingue-pongue, centenas (ou serão milhares?) de cascas de ovo, além de um punhado de ovos inteiros, envolvidos pela rede do jogo. Detalhe importante: algumas cascas de ovo ainda conservam vestígios da clara e da gema. Os ovos sobre a mesa são todos marrons, já no chão há ovos brancos e marrons, o que deve querer dizer alguma coisa.

A mensagem da obra, segundo o crítico da revista Artforum: os ovos sobre a mesa estão em segurança, mas ao preço de sua liberdade. Os ovos quebrados representam a ameaça permanente de uma queda fatal. Para mim, a obra sinaliza que a arte contemporânea é frágil como uma casca de ovo.

Serviço:
Mircea Cantor, Nido
MAGAZZINO D'ARTE MODERNA
Via dei Prefetti, 17 Roma
December 14–January 31

4 comments:

XTO said...

A tá... boa idéia!

Marilia said...

"Para mim, a obra sinaliza que a arte contemporânea é frágil como uma casca de ovo."
E pra mim, significa que, se continuar desse jeito, a arte conceitual vai apodrecer rapidamente, como os ovos na mesa de ping-pong.

Joyce said...

Ai marilia, concordo com você!
É uma pena q na primeira página do site da Escola de Belas Artes, tenha a foto de uma casca de ovo quebrada. Espero q seja um sinal de q a situação em q a escola se encontra hoje, mude, e que o ovo apodreça logo e torne-se adubo para a proxima geração de formandos.

rosane chonchol said...

qua qua..............quem nasceu primeiro o ovo ou a galinha?