Saturday, April 19, 2008

Matisse


Henri Matisse: L'Escargot - 1952 - gouache découpée

3 comments:

BOA SORTE!!! said...

ARTE É ARTE
ENTRETINIMENTO É ENTRETINIMENTO
ARTE É TRANSFORMADORA
ENTRETEMENTO É DISTRAÇÃO
ARTE PODE SER DE BOA QUALIDADE
ENTRETENIMENTO TB
ATUALMENTE NÃO SE ENCONTRA CRITÉRIO PARA DISTINGUIR UMA DE OUTRA - onde está o mapa do tesouro?

João Vergílio said...

Um escargot tem a concha em formato de espiral. Essa é a forma insinuada pelos "cacos" de Matisse. Como num mosaico, ele insinua uma forma curva por meio de elementos retilíneos. A figuratividade, porém, é residual. O fundamental foi a escolha sábia de cores e formas, que tem como resultado uma figura equilibrada e harmoniosa.

Vou repetir a provocação que fiz a respeito de Pollock. É óbvio que Matisse não é um farsante. Mas esse tipo de pintura é empobrecedora. Ela propõe um jogo formal que é demasiadamente simples - um jogo que não se presta à exibição de um talento excepcional. Essa exibição é essencial a qualquer manifestação artística. É isso que nos faz admirar um grande escritor, um grande cineasta, um grande ator, um grande músico.

Gostaria que alguém tentasse FALAR MAIS COISAS a respeito dessa pintura. Mas que não sejam "notas de inserção histórica". Gostaria que alguém tentasse extrair mais elementos INTERNOS a essa pintura. Vejamos O QUE MAIS pode ser dito.

João Vergílio said...

Por que as regras da Fórmula 1 foram modificadas? Porque não davam espaço para a EXIBIÇÃO DE TALENTO. Davam ALGUM espaço, mas não o suficiente para que as distinções de mérito aparecessem com nitidez.

Por que nenhum concertista se apresenta tocando peças fáceis? ALGUM espaço para a exibição de talento, sempre haveria. Mas POUCO. Insuficiente para comover pela perfeição.

Isto não é SUFICIENTE para haver uma obra de arte. Mas é NECESSÁRIO. (É isso que o artista tem em comum com o mágico, o equilibrista e o jogador de futebol.)

TODAS as outras formas de manifestação artística aceitam este jogo. Só as artes plásticas optaram por um afrouxamento quase ideológico das rédeas.

É hora de COMPLICAR.